Princípios da adoração

Encontramos em Deus um ser pessoal, uma pessoa que deseja caminhar no meio do seu povo. Deus anseia estar entre o seu povo e vencer as suas lutas. Deus anseia mostrar ao mundo como um pai deve de fato cuidar de seus filhos e suprir-lhes todas as suas necessidades. Entretanto, Deus é santo, e para que ele possa caminhar com os homens como caminhava no jardim do Éden, faz-se necessários que estes se santifiquem e o adorem como o único Deus de suas vidas. A Arca da Aliança nos revela que Deus se manifesta em meio aos louvores do seu povo. Vejamos então alguns princípios bíblicos da adoração.

1. TODOS SÃO CONVIDADOS A ADORAR A DEUS.
Adoração é decisão. Você precisa adorar a Deus. Da mesma forma que todas as ofertas ao Senhor deveriam ser voluntárias, nós também devemos nos apresentar diante de Deus para servi-lo em amor, obediência e santidade. Adorar a Deus é muito mais ação do que simples emoção.

2. ADORAÇÃO REQUER OBEDIÊNCIA E EXCLUSIVIDADE
É mais fácil construir um templo ao Senhor do que obedecer. O povo de Israel não teve dificuldade alguma em construir o Tabernáculo no deserto, mas tiveram muitas dificuldades em obedecê-lo e adorá-lo com exclusividade. Davi descobre que obedecer é melhor do que sacrificar. Adorar e obedecer a Deus plenamente.

3. NINGUÉM PODE SE APRESENTAR A DEUS DE MÃOS VAZIAS.
O que você vai oferecer ao Senhor? Devemos oferecer ao Senhor aquilo que Ele deseja receber. “Que darei eu ao senhor por todos os benefícios que ele me tem feito?” O verdadeiro adorador entra na presença de Deus com a intenção de servir e não a de ser servido. Não podemos nos apresentar diante de Deus de mãos vazias.

4. ADORAR É SACRIFICAR, RENÚNCIAR, MORRER PARA NÓS MESMOS.
Romanos 12:1 nos diz: “Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional”. Somos convidados a carregar a nossa cruz para que Deus, a seu devido tempo, nos exalte. A humilhação é um ato do homem para com Deus, e por sua vez, a exaltação é a resposta de Deus à adoração humana. “Aquele que se humilha será exaltado, mas aquele que se exalta será humilhado”.

5. ADORAR É SANTIFICAR-SE
“Sem santidade ninguém verá a Deus”. Adoração requer exclusividade e integralidade. Se de fato queremos contemplar a presença de Deus, precisamos adorá-lo com toda a nossa vida e de todo o nosso coração. Pedro em sua carta nos diz: “pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento,16 porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo” 1 Pedro 1:15-16.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião