Santificação…

Ser santo é um imperativo para vermos a Deus e por conseqüência irmos para os céus. A Bíblia afirma que sem santificação ninguém verá o Senhor.

1. Entendendo a santidade e sua importância:

a) É um imperativo Divino (Colossences 3:12);

b) Foi motivo da intercessão de Jesus por nós (João 17:17);
c) É operada em nós por Jesus (Efésios 5:25-27);
d) Cristo é o exemplo para nós (Hebreus 7:26);
e) O instrumento para santidade é a Palavra (João 17:17);
f) Seguir a santidade é ordem Divina (Hebreus 12:14);
g) Só os santificados vão adorar a Deus (Salmos 24:3-4);
h) Ser santo é ter o sentimento de Cristo (Filipenses 2:5).

2. Características de quem foi santificado:

a) Mostra a santidade na vida diária (I Timóteo 5:4);
b) Honra seus pais (Efésios 6:2);
c) Renuncia aos ídolos (I Tessalonicenses 1:9);
d) Sacrifica ao Senhor com alegria (Hebreus 13:16);
e) Ajuda os necessitados (Levíticos 19:9);
f) É honesto com seu próximo (Efésios 4:25);
g) Age com justiça (I João 2:29);
h) Não difama (Levíticos 19:16);
i) Corrige seu irmão (Gálatas 6:1).

3. Razões para sermos santos:

a) Porque Deus, nosso Pai, é Santo (I Pedro 1:15);
b) Porque Deus nos libertou da escravidão (Levíticos 11:45);
c) Porque Deus ordena que sejamos santos (Levíticos 19:2);
d) Porque estamos em relacionamento íntimo com Deus (Levíticos 20:7);
e) Porque somos servos de Deus (Levíticos 21:6).

Conclusão: Ser santo não é sacrifício, mas uma benção, pois, ao sermos separados do mundo, estamos livres das conseqüências desastrosas do pecado.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião