Sete passos para romper em fé nas suas finanças

Lauro Celso de Souza Imprimir Enviar para um Amigo
2º Reis – 4 – 1 : 7

1. Não aceite a crise como “um beco sem saída”. (2 Reis 4:1)

Não existe beco sem saída para os filhos de Deus.
O otimista nunca diz: “Não tem jeito!”
O otimista consegue enxergar aquilo que os outros não percebem.
“Sempre haverá uma saída em Deus”.

2. Não aceite um acordo com o ímpio, exercite a fé.

Ela tinha “os filhos” que serviriam como pagamento das dividas. Eles seriam levados como escravos.
Dependendo dos acordos que fazemos, vencemos as dividas, ou por elas somos vencidos.
1. Há pessoas que fazem acordo, mas sacrificam aquilo que é inegociável.
Sacrificam os Filhos, esposa, o casamento, a família.
Sacrificam a saúde.
Sacrificam sua Honestidade, sua integridade.
Sacrificam sua comunhão dom Deus.

3. Busque orientação, conselho, direção financeira.

“…clamou a Eliseu, dizendo:…” (2 Reis 4:1)
As grandes empresas pagam muito dinheiro por uma orientação sábia de um consultor financeiro.
“Não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança” (Pv 11:14).
“O caminho do insensato é reto aos seus próprios olhos, mas o que dá ouvidos ao conselho é sábio”. (Pv 12:15)
” Quando não há conselhos os planos se dispersam, mas havendo muitos conselheiros eles se firmam”. (Pv 15:22)
“Com conselhos prudentes tu farás a guerra; e há vitória na multidão dos conselheiros”. (Pv 24:6)

4. Siga a instrução recebida. (2 Reis 4:5,6)

Muitas pessoas morrem porque não seguem a instrução recebida do médico.
Ela acreditou na idoneidade do conselheiro.
Ela colocou em prática aquilo que ouviu.
Ela seguiu a instrução completa, não mudou nada.

5. Não existe milagre financeiro sem trabalho. (2 Reis 4:3,4)
Acredite em milagre não em mágica.

Pedir vasilhas.
Carregar vasilhas.
Encher as vasilhas.
Sem trabalho não há vitória sobre a crise financeira.
Um problema chamado preguiça.
“A preguiça faz cair em profundo sono, e a alma indolente padecerá fome”. (Pv 19:15)
“Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça”. (PV 31:27)
“…se alguém não quiser trabalhar, não coma também”. (2 Ts 3:10)
“O preguiçoso inventa as desculpas mais esfarrapadas para não trabalhar”. (Pv 22:13)

6. Não use desculpas ilógicas para não pagar a divida.

Quem deve não foge das dividas.
Quem deve respeita o credor. A viúva não tirou razão do credor desrespeitando-o.
Quem deve busca uma forma de resolver seu problema.

7. O tripé do sucesso financeiro.

Comprar. (O que tens em casa? Algo que ela tinha comprado.) Primeiro, você precisa saber comprar. No mundo inteiro as pessoas sabem o que é desconto. Quem sabe comprar, é um bom administrador.
Vender. (O pouco foi multiplicado, agora ela precisava negociar bem!) Tudo na vida depende da nossa capacidade de negociação. Ex. Gleidson, recebeu um oferta de 100 reais e com ela fez chocolate e vendeu durante 6 meses, o tempo que demorou para Deus abrir uma porta de trabalho para ele e sua esposa.) Um dos principais segredos do sucesso financeiro está no saber negociar.
Pagar. (Leve a sério os compromissos assumidos.) Deus não pode abençoar:
Pessoas desonestas, (Ef 4:28).
Pessoas descontroladas, (Gl 5:23)
Pessoas irresponsáveis, (Mt 25:18, 26-29).

Conclusão:

A sua vida amanhã, depende de como você administra suas finanças hoje. “Vivei do resto…” (1 Reis 4:7)

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião