Sob as asas do Altíssimo

Introdução

Nestes dias de aflição entre os norte-americanos os evangélicos têm-se comunicado através da Internet enviando mensagens de coragem e confiança em Deus. Nesta sexta-feira, recebi do meu cunhado Deoclécio, que mora, há 37 anos na cidade de New London, no Estado do Wisconsin, uma belíssima ilustração baseada no Salmo 91.4: “Um artigo da National Geographic, escrito há muitos anos atrás mostrou um quadro muito belo e tocante que ilustra as asas de Deus. Depois de um pavoroso incêndio, no Parque Nacional Yellowstone, EUA, os resgatadores de incêndios começaram a escalar uma montanha para chegar no local destruído pelo fogo. Um deles encontrou um pequeno pássaro, morto, entre as cinzas, no chão, bem na base de uma árvore. Impressionado e triste com aquela cena ele se inclinou para ver melhor a pequena ave, e, com uma varinha, cuidadosamente, tocou nela. Nisso três filhotes, assustados, saíram de sob as asas da mãe morta. A amorosa mãe impediu o desastre se sua prole, e, consequentemente, de sua geração futura, levando-a para a base da árvore e agasalhando seus filhos debaixo de suas asas, pois, instintivamente sabia que a fumaça tóxica cobriria aquela região. Ela poderia ter voado salvando-se com segurança, porém custaria a vida de seus filhos, e ela recusou fazê-lo. Quando o calor chegou queimando o seu pequenino corpo, a mãe permaneceu ali. Porque ela estava disposta a morrer, aqueles que estavam sob suas asas puderam viver. E a história termina com este texto: “Cobrir-te-á com as suas penas, e, sob suas asas, estarás seguro; sua verdade é pavês e escudo.”

I – O QUE NÃO SÃO E O QUE SÃO AS ASAS DO NOSSO DEUS

Não São: Asas de ódio; de desamparo, de abandono, de repulsa.

São:

a) Asas de Livramento – v. 3 “Pois ele te livrará do laço do passarinheiro e da peste perniciosa.”- Das armadilhas e dos Males.

b) Asas de Amparo – vv. 11,12 “Porque aos seus anjos dará ordens a teu respeito, para que te guardem em todos os teus caminhos. Eles te sustentarão nas suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra.”

c) Asas de Segurança – v. 13 “Pisarás o leão e a áspide, calcarás aos pés o leãozinho e a serpente.”

d) Asas de Amor – v.14 “Porque a mim se apegou com amor, eu o livrarei; pô-lo-ei a salvo, porque conhece o meu nome.”

e) Asas de Conforto – v. 15 “Ele me invocará, e eu lhe responderei; na angústia eu estarei com ele, livrá-lo-ei e o glorificarei.”

f) Asas de Vida – v. 16 “Saciá-lo-ei com longevidade e lhe mostrarei a minha salvação.”

II – PARA QUE SERVEM AS ASAS DE DEUS?

Como Proteção – Lugar de Esconderijo.
Como Refrigério – Lugar de Descanso.
III – PARA QUEM SÃO AS ASAS DE DEUS

Negativamente: Não servem para os que não crêem. Não servem para os que as rejeitam Não servem para os que as desprezam. Não servem para os que se refugiam em si mesmos. Não servem para os que vivem, enclausurados fugindo de tudo e de todos, escondidos: Nas suas neuroses; seus medos; suas frustrações.

Positivamente: Para os que nEle confiam incondicionalmente. os que vão buscar refúgio nelas quando cansados “Vinde a mim todos os que estão cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei…” Jesus.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião