Suficiência cristã

Introdução:
O cristão quando bem conscientizado, de toda a suficiente e maravilhosa graça em Cristo, pode alcançar uma dimensão tal na sua caminhada de fé e crescimento espiritual, a ponto de sentir e poder dizer com toda convicção de alma, que, pelo poder de Cristo, que tudo pode, ele também pode, todas as coisas.

O apóstolo Paulo foi certamente, o homem, que mais absorveu dessa suficiência, do poder de Cristo, de tal modo, que a sua vida, foi marcada não só por grandes atos de fé, mas também, por grandes realizações na igreja.

Com base, nesse pequeno, mas, muito expressivo, e sugestivo versículo, da Palavra de Deus queremos meditar com os irmãos, a respeito do tema: Suficiência Cristã

Proposição: Quem está em Cristo, para tudo é suficiente.

Sentença Transicional: Este versículo nos permite tirar, pelo menos três conclusões, a saber:

Transição: Em primeiro lugar podemos concluir que:

I. O CRISTÃO PARA TUDO É SUFICIENTE, SEGUNDO A SUFICIÊNCIA, QUE RECEBE DE CRISTO.

1) Da comunhão com Cristo, é que advém todo o alimento espiritual necessário ao sustento espiritual, do cristão.

¨ O apóstolo Paulo confessa, que se fortalecia em Cristo. “Tudo posso naquele que me fortalece”.

¨ Jesus declara em Jo 15:5, que, sem Ele, o cristão nada pode fazer.

“Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.”

¨ O tronco da videira é que fornece a seiva necessária para o sustento dos seus ramos, alimentando-os adequadamente, para que produzam os seus devidos frutos.

¨ Do mesmo modo, Cristo é para nós, a fonte do essencial alimento espiritual, que faz de todo cristão autêntico, um elemento produtivo, na comunidade cristã e sociedade onde vive.

2) Da comunhão com Cristo é que advém todo alimento espiritual necessário para as nossas variadas realizações, em todas as áreas da vida.

a) Na área dos empreendimentos e realizações é imprescindível uma íntima comunhão com Cristo, para que toda a nossa produção seja para o reino de Deus, e não para o mundo.

b) É de uma íntima comunhão com Cristo, que bebemos da água da vida e somos regados e adubados, transformados dia a dia, em terreno fértil ao Senhor.

¨ Terreno no qual, toda semente que cai, produz frutos, que glorificam o nome de Deus.

3) Da comunhão com Cristo é que advém toda correta visão, daquilo que é melhor para nós.

a) Somente a visão baseada nos valores do reino de Deus, pode nos guiar e nos dirigir corretamente sem tropeços.

b) Cristo diz, que, Ele é a luz do mundo, portanto, quem anda com os olhos fitos nele, jamais se perderá nos caminhos da vida.

Transição: Em segundo lugar, podemos concluir que:

II. EM CRISTO PODEMOS TODAS AS COUSAS PORQUE ELE NOS DÁ ENTENDIMENTO

Na sua segunda carta aos coríntios, no capítulo dois verso quinze, o apóstolo Paulo diz: “Porém o homem espiritual julga todas as cousas, mas ele mesmo, não é julgado por ninguém”.

1) É em Cristo, pelo Espírito Santo, que o cristão recebe a clareza espiritual, que o capacita a entender todas as coisas.

a) Paulo diz, que o Espírito Santo dá clareza espiritual ao cristão, ou homem espiritual, capacitando-o assim, para o entendimento de todas as coisas.

b) Portanto, toda a clareza de espírito do cristão vem da ação contínua do Espírito Santo de Deus, operando em sua vida.

c) Então, é pelo conhecimento da verdade, que o cristão ou homem espiritual torna-se apto para o verdadeiro testemunho cristão.

2) É em Cristo, pelo Espírito Santo, que o cristão recebe clareza, para julgar corretamente todas as coisas.

a) Portanto, toda a clareza necessária, para uma vida de julgamento correta, nas mais variadas situações, vem ao cristão, pela presença e ação eficaz, do Espírito Santo.

b) O Espírito Santo é Cristo em nós.

c) O Espírito Santo é que nos mantém vinculados ao Pai e ao Filho, fazendo-nos um, com a Trindade Bendita.

Transição: Em terceiro lugar, podemos concluir que:

III. EM CRISTO PODEMOS TODAS AS COISAS PORQUE NELE ESTÁ TODO O PODER DE REALIZAÇÃO.

Em João 15:17 está escrito: “Se permanecerdes em mim e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes e vos será feito”.

1) Todo aquele que é obediente a Cristo pode todas as cousas, porque em oração alcança tudo o que pede.

a) A oração de fé é sempre honrada por Cristo.

b) Todo aquele que está em comunhão com Cristo, recebe tudo que pede em oração.

¨ É preciso estar sem pecado, porque o pecado estabelece um grande e intransponível abismo entre Deus e o homem.

¨ O pecado é na realidade a causa de todas as orações não respondidas.

2) Todo aquele que é obediente a Cristo e crê no seu nome, pode todas as cousas.

a) Pode todas as coisas, porque o nome de Jesus está investido de toda autoridade no céu, na terra e debaixo da terra.

b) Todo aquele que crê no poder do nome de Jesus, realiza tudo que pedir segundo a vontade de Deus.

c) A fé é o poder dominante, para a realização de todas as coisas. Jesus disse: Tudo é possível àquele que crê.

Conclusão: A vida com Cristo é a mais maravilhosa, gratificante e satisfatória forma de vida, que o homem pode almejar para si.

Que cada um de nós possa dizer como Paulo disse: “Posso todas as coisas naquele que me fortalece”. Isto mesmo amado, que você, pela fé e comunhão com Cristo, esteja pronto para em todas as situações repetir de forma jubilosa, as palavras deste grande homem de fé do passado: “Tudo posso naquele que me fortalece”.

Que Deus nos abençoe.

Amém.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião