Trazendo Cristo para dentro das nossas crises

-Hoje celebramos o DIA DA BÍBLIA, instrumento pelo qual fundamentamos nossa fé, nossa prática, e nossa devoção à DEUS …. por isso quero que você leia comigo o Texto de II Pedro 1:19-21. Vamos meditar sobre: Trazendo Cristo para dentro das nossas crises.

-Portanto irmãos, firmados nesta declaração, ungida pelo Espírito Santo, à mente do apóstolo PEDRO, a BÍBLIA, a PALAVRA DE DEUS, é a nossa única regra de fé, conduta e prática…

-Assim, quero convida-lo a acompanhar o texto bíblico que servirá de base à nossa reflexão nesta noite … na busca de TRAZER CRISTO PARA DENTRO DAS NOSSAS CRISES.

Abra sua bíblia no Profeta DANIEL – Capítulo 3

-Venha mentalmente comigo à planície que tinha o nome de DURA, conforme diz o texto bíblico, e que ficava localizada dentro da província da Babilônia. Neste local o rei NABUCONODOSOR havia congregado todos os seus líderes, os governantes, os príncipes e oficiais do seu reino que era muito extenso…

-Imagine o quadro: multidões de pessoas vestidas segundo os diferentes trajes de cada povo, falando muitas línguas diferentes, e todos haviam se reunido naquela planície com um único propósito: “Adorar ao deus do rei Nabucodonosor”.

-NABUCODONOSOR diz o texto, havia levantado uma enorme imagem de ouro de quase 30 metros de altura (aqui eu preciso retificar um equívoco do nosso boletim): Não é 3.000 metros de altura (isso daria as Torres do World Trend Center). Aliás a versão Almeida diz que esta altura correspondia a 60 côvados. Um côvado corresponde a 44,4 cm. E isso vezes 60 dá 2.664cm, que divididos por 100, corresponde à 26,6 metros. Porisso o texto diz: quase 30 metros de altura por 3 de largura. (era uma baita duma estátua…) – Altura de um prédio de 10 andares….
-Assim é que esses líderes que tinham chegado àquela planície, deveriam se curvar em adoração a esta enorme estátua de ouro, assim que a orquestra real começasse a tocar seus instrumentos. E a orientação era específica: Ou se curvassem à estátua ou morreriam queimados!!!

-Mas surpreendentemente três judeus de nomes: SADRAQUE, MESAQUE E ABEDE-NEGO se recusaram a curvar-se diante do “deus” do rei Nabucodonosor. – O capítulo anterior nos informa que esses três homens foram trazidos presos de Jerusalém pelos caldeus e levados ao palácio. E aqui foi-lhes ensinada a língua dos caldeus e, junto com o profeta DANIEL, foram nomeados líderes do governo…

-E agora, neste momento, em torno deles, homens das outras nações estavam se curvando à imagem de ouro, em obediência ao decreto do Rei. … mas SADRAQUE, MESAQUE e ABEDE-NEGO não obedeceram a determinação do rei!!!

-Os líderes invejosos correram comunicar isso ao Rei. E ao ouvir isso o rei se enfureceu. Seu pensamento entrou em ebulição: “Como que membros do meu próprio governo ousam se colocar em desobediência contra mim?”

-Naqueles dias não era novidade punir os rebeldes aos decretos reais, lançando-os à fornalha ardente. O profeta JEMERIAS também nos fala de Zedequias, Acabe … os quais o rei da Babilônia assou no fogo (Jr. 29:22). – Portanto, Nabucodonosor estava acostumado a ver corpos sendo lançados à fornalhas públicas, vendo o clarão instantâneo dos corpos em chamas e a sentir o cheiro de carne humana queimada.

-E agora o rei estava com tamanha fúria, que ordenou a seus soldados que aquecessem a fornalha sete vezes mais quente que o habitual. Estava tão quente aquilo que o texto nos informa que os soldados que foram joga-los na fornalha morreram pela quentura…

-Com toda certeza estes hebreus: Sadraque, Mesaque e Abede-nego, não queriam morrer. Eram humanos como eu e você. E só um louco iria querer morrer assado pelo fogo! …
Mas estes homens possuíam uma fé tamanha, cuja fé foi colocada em seus corações pelo Espírito de Deus. E então eles disseram ao rei: “Ó rei nem precisamos pensar para lhe responder. Não nos curvaremos! O nosso Deus é capaz de nos livrar da fornalha. Mas mesmo que ELE não nos salve, não adoraremos a imagem”.

-O resto da história já conhecemos…. Provavelmente a notícia sobre a grande punição pelo fogo correu imediatamente toda a planície. – E multidões curiosas se juntaram do mesmo jeito que faziam nos enforcamentos no Velho Oeste: as pessoas se esforçaram violentamente só para dar uma olhada nos homens que ousaram desobedecer ao decreto real – e que seriam assados vivos!

-A corte real chegou. O Rei tomou seu assento (obviamente a uma distancia segura do fogo, mas perto o suficiente para testemunhar a queima dos infiéis…) – E então os três foram amarrados e trazidos pelos soldados e encaminhados para a fornalha..

-O inesperado acontece: Não houve incandescência súbita de corpos sendo assados. Não houve cheiro de carne assada. – O rei com certeza, saltou-se perplexo da sua cadeira real, virou-se para um de seus conselheiros e gritou: “Quantos homens nós jogamos lá dentro?” – “Três!” … foi a resposta. – “Mas eu vejo quatro” respondeu o rei. “E nenhum deles está se queimando. Além disso o quarto homem parece ser um deus”. – A versão Almeida diz: “… e o quarto parece ser o filho de Deus!”

-….é interessante como um rei ímpio como Nabucodonosor reconhece que DEUS estava ali presente com aqueles homens! E isso não é em vão … é porque a glória de Deus não tem como ficar oculta! – Aliás, todas as vezes que os anjos aparecem nas escrituras, estão vestidos de branco e reluzem com um brilho celestial. E o brilho de DEUS ali presente reluzia mais do que aquelas chamas que estavam sete vezes mais quente….

-Este é o testemunho vindo dos lábios ímpios daquele rei: CRISTO apareceu junto com Sadraque, Mesaque e Abede-Nego dentro das suas crises!. – E esta era realmente uma questão de vida ou morte. Era a maior crise na vida daqueles homens: uma situação sem nenhuma esperança humana, uma situação que precisava de um milagre divino.

-E o texto diz que CRISTO caminhou para dentro daquela fornalha e SE colocou entre aqueles homens e os confortou. CRISTO entrou dentro da crise para salva-los e liberta-los.

POR ISSO, esta mensagem é sobre como EU e VOCE, TODOS NÓS, devemos trazer CRISTO para dentro das nossas crises!

-CRISTO não entrou na crise daqueles homens para impressionar o aquele rei ímpio. ELE já havia feito isto no capitulo anterior, quando Daniel interpretou o sonho de Nabucodonosor, e naquela ocasião Nabucodonosor havia declarado: “Certamente o vosso Deus é o Deus dos deuses, e o Senhor dos reis…” (Dn. 2:47). – Entretanto ele se esqueceu disso rapidamente….

-CRISTO não foi àquele local para uma visita evangelistica. Deus conhecia o coração do rei ímpio e sabia que milagres impressionam a mente dos incrédulos só por algum tempo!

-Na verdade CRISTO entrou na crise daqueles homens por uma única razão: Para salva-los, liberta-los e intervir em favor deles! CRISTO foi confortar e salvar aqueles homens porque os amava. O Senhor da Glória SE comprometeu com aqueles homens na hora da crise, …. até porque eles eram totalmente comprometido com o Senhor da Glória!

-A verdade é que o nosso SENHOR não se compromete com a crise de qualquer um. – As escrituras dizem que quando ELE estava em Jerusalém na Páscoa, … muitos vendo os sinais que ELE fazia, creram no seu nome. Mas o mesmo JESUS não confiava neles, porque a todos conhecia. JESUS sabe o que há no coração do homem.

-Ou seja, JESUS conhece o engano que existe no coração das pessoas. Sabe que muitos estão desejos de atende-lo como DEUS, mas não estão querendo confiar a guarda de suas vidas às SUAS MÃOS!

-Uma coisa é crer em JESUS como DEUS e SALVADOR, mas outra coisa é confiar tudo a ELE. Aurélio diz que CONFIAR significa: entregar, acreditar, encarregar… – Então, confiar (se comprometer) em Cristo quer dizer entregar sua vida totalmente a ELE, encarregando-O de cuidar de todo o seu ser.

-Que tipo de crise você esta enfrentando? Espiritual, financeira, mental, física, emocional? – É o seu casamento, o seu trabalho, os seus negócios? Você esta dentro de uma circunstancia tão séria que só um milagre pode salva-lo?

-Se você esta atravessando uma crise assim, você precisa TRAZE CRISTO PARA DENTRO DA SUA CRISE. Somente o Filho do Deus Vivo pode resolver os problemas. Só ELE pode fazer o impossível acontecer. Só ELE pode salva-lo da fornalha da aflição!

-Quem sabe você deseja responder esta noite: Sim, eu preciso que CRISTO ande comigo no meu problema. Preciso que ELE entre na minha crise como fez com aqueles homens na fornalha. Eu preciso da benção de DEUS esta noite. Eu preciso que ELE seja o salvador pessoal da minha vida. Eu preciso da benção de DEUS sobre a minha casa, a minha família!

-Momentos de decisão / Hino 352/HCC:

Você esta com a vida cheia de problemas? Esta cheio de desconfiança, Já perdeu a esperança? Não tem nenhum amigo que te ajude a caminhar? CRISTO quer te estender a sua forte mão hoje…

Autor: Ely Xavier de Barros

Estude agora o primeiro sermão da série. Clique aqui.

Veja eJesus para centenas de artigos cristãos.

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião