Um homem chamado Ananias

Neste sermão vamos aprender um pouco mais sobre a vida de um homem chamado Ananias

Atos 9.10.19

Vivemos num período da história em que os resultados são mais importantes do que as pessoas, e quem elas são. Estamos sempre buscando resultados, precisamos produzir cada vez mais e melhor, e o que fazíamos bem ontem, precisa ter um melhor desempenho amanhã.

Aparentemente não estamos satisfeitos com o desempenho das outras pessoas, e conseqüentemente com nosso próprio, por esse motivo, buscamos cada vez mais o aperfeiçoamento pessoal muitas vezes de forma desenfreada e o desempenho de novas funções, assumindo uma carga que muitas vezes não foi designada para nós.

Por muitas vezes desejamos ser como fulano ou sicrano, ele é o melhor na empresa,capaz de desenvolver bem seu trabalho, é muito importante faz grandes coisa e as pessoas o respeitam por isso, ao contrario existem pessoas que quase não aparecem no cenário, é assim com o contra regra, com a irmã que deixa o templo limpo, que prepara os boletins da igreja arruma os bancos, retira o lixo etc.

Sem dúvida somos conhecedores da vida do aposto Paulo a sua importância para o cristianismo e a relevância dos seus ensinos até hoje. Algumas vezes tenho percebido a admiração com que falamos da relevância de Paulo para a igreja de Cristo, de como foi usado pelo Senhor para doutrinar o seu povo e direcionar as questões teológicas de forma a anunciar a Graça em Cristo, confrontando de forma enfática a lei ou melhor o legalismo.

E quando lemos esta passagem somos por vezes tentados a observar somente um personagem, mas existem pelo menos três personagens centrais, o Senhor (Jesus), Saulo de Tarso, e Ananias.
E nessa noite eu desejo focar nosso estudo na pessoa de Ananias:

Ananias significa: YAHWEH Tratou Graciosamente;
Existe referência a três pessoas com o nome de Ananias no livro de Atos dos apóstolos, cada qual é um indivíduo diferente (atos. 5.1, 9.10,23.2, 24.1).

A resposta de Ananias ao chamado do Senhor.
Eis-me aqui Senhor: Assume uma postura de ser não só ouvinte do Senhor, mas assim como Isaías e Samuel um proclamador da sua vontade, o Senhor conhece o coração de Ananias e determina o que seja feito.

1. Ananias era um homem que permanecia em comunhão com o seu Senhor, era capaz de reconhecer sua Voz

Quando o Senhor chama a Ananias ele responde sem exitar, e reconhece a voz do seu Senhor, isso só é possível para alguém que possui intimidade com o interlocutor. Por exemplo: no fim de semana que passamos na chácara, se em determinado momento alguém chama a esposa, ou se a esposa chama o marido tratando pelo nome, logo identificamos, mas se for alguém que não é tão próximo não será identificado imediatamente, precisaremos nos virar e olhar.

Assim é quem está em comunhão com o Pai. E essa comunhão só é possível se estivermos buscando na palavra e em oração, não funciona por OSMOSE, que você coloca a bíblia sobre a mesa e fica olhando, tocando, precisa abrir e ler muitas vezes exaustivamente; não basta lembrar do Pai durante o dia, precisa estar sintonizado com ele, falar com ele e ouví-lo.

2. Ananias era uma pessoa inteirada dos acontecimentos, era um cara antenado

Quando o Senhor ordena a Ananias este leva um susto: vamos fazer um exercício, vamos nos colocar no lugar de Ananias e da Igreja em Damasco: estamos reunidos quando chega a notícia de Jerusalém, Paulo de Tarso está vindo para Damasco.

Precisamos estar ligados com o mundo a nossa volta, o Senhor precisa de pessoas antenadas, de pessoas que são capazes de perceber o fato e a sua ex tenção sem que precise ficar explicando os pormenores. Pessoas que vejam as necessidades da igreja e e se mobilizem, pessoas que vejam a necessidade dos amigos de trabalho e tomem atitudes, pessoas que estejam dispostas a executar, aquilo que o Senhor ordenar.

3. Ananias era obediente a vontade de seu Senhor

A obediência de Ananias ao Senhor não era uma obediência burra ou cega, sem razão. Este tipo de obediência não é a obediência desejada pelo Senhor. O que o Senhor deseja de nós é uma obediência capaz de compreender toda a profundidade da ação de Deus sofre o fato. Ananias compreende que o Senhor há de usar Saulo para sua obra de proclamação do evangelho.
Esta obediência de Ananias é pautada na fé racional no momento que no desenvolvimento do diálogo com o Senhor é compreendido o que o Senhor Jesus pretende com Saulo.

Mas é também uma obediência pautada na fé, na confiança, que aquele que lhe ordenara era poderoso para executar em Saulo a sua vontade e convence-lo. Ananias em obediência ao “Eis-me aqui, Senhor”, se dispõe a cumprir a vontade do Senhor, e desse a casa de Judas, tomando a mão o seu ministério com fé anuncia de onde vem a ordenança para executar e cumpre em obediência ao Senhor Jesus.

Conclusão:

Por vezes desejamos fazer somente o que é grande de vulto, o que traz estatus, o que nos torna visível. Aquilo que achamos que devemos ser, e algumas vezes não nos preocupamos com o que Deus quer que sejamos.

Mas se nós fizermos um estudo, uma pesquisa, iremos observar que a história do povo de Deus, tanto no A.T como no N.T., foi construída por mulheres e homens comuns, que desempenhavam funções comuns no dia a dia das comunidades.

Talvez nós consigamos aprender algumas coisas com esse homem, que salvo engano é citado uma única vez nesse fato único, no livro de atos. E sugiro estas:

Que possamos permanecer em comunhão com o nosso Senhor Jesus, de tal forma a ser tão sensível quanto Ananias ao ouvir sua voz, reconhece-lo, e dar a Ele a mesma resposta, “Eis-me aqui, Senhor”, e que sejamos fiéis a ordenança do Senhor em ir e executar, Ananias ouviu os planos do Senhor Jesus para a vida de Saulo (Paulo), mas ele Ananias tinha a sua missão e a desempenhou de forma exemplar, e que Paulo faça aquilo para que foi chamado.
Que possamos permanecer sensíveis aos fatos e fatores externos do nosso pequeno mundo, antenados nas necessidades da Igreja, da sociedade e com um coração disposto a agir para transformar.

Que nós tenhamos a mesma liberdade que Ananias teve, sem hipocrisia, sem falsidade, não nos é obrigado compreender tudo de imediato, questione, argumente com Deus, reconsidere, volte atrás, ore e leia a respeito, busque apreender com os exemplos bíblicos, com os irmão e irmãs que já viveram esta situação e cresceram com ela,não vá se aconselhar com quem vai simplesmente te apoiar, vá aconselhar-se com quem pode acrescentar, mesmo que não lhe seja agradável.
E por fim que nossa vontade seja submissa a vontade do nosso Senhor.

autor: Paulo Fiori

Visite o site www.ejesus.com.br

//flp

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

There is one comment

Contribua com sua opinião