VIDA APÓS MORTE

TEMA: O Poder de Cristo em trazer à vida aquilo que está morto
PROPÓSITO: Mostrar que em Cristo é possível reverter o estado de morte e desesperança que se instala na vida humana. Os impossíveis para nós são possíveis para Deus.

INTRODUÇÃO
1. Existem situações em nossas vidas que aparentemente nada mais se pode fazer.
2. O texto de hoje nos mostra uma destas situações. Fala da morte de um jovem, filho único de uma viuva.
3. A única coisa que restava fazer era enterrar o menino, e é justamente isto o que a mãe estava fazendo. Não sabia ela e nem aquela multidão, que aquele enterro jamais se realizaria porque naquele momento estava entrando na cidade o Senhor Jesus Cristo.
4. O campo da impossibilidade desaparece e tudo se enquada no campo das possibilidades.

TRANSIÇÃO
“A compaixão de Jesus faz reviver todas as coisas”.

1. NA COMPAIXÃO DE JESUS NÓS ENCONTRAMOS ALGUÉM QUE SE PREOCUPA CONOSCO
A. “Vendo-a, o Senhor se compadeceu dela” (13)
B. Notemos que o enterro foi circundado por três multidões:
– os discípulos de Jesus
– a multidão que acompanhava Jesus
– a multidão de amigos que acompanha o enterro
– estas multidões não impedem Jesus de ver a mãe aflita
C. Coisa incrível é pensar que Deus vê:
– “Certamente, vi a aflição do meu povo, que está no Egito” (Ex 3.7)
– “Tenho visto os seus caminhos e o sararei” (Is 58.18)
– “Viu Deus o que fizeram (moradores de Nínive), como se converteram do seu mau caminho.” (Jonas 3.10)
D. Lucas narra que vendo o “Senhor” – descrevendo aqui o senhorio de Cristo sobre todas as coisas, especialmente o seu poder sobre a vida e a morte.
E. Na compaixão de Jesus nós recebemos o alívio para as nossas dores, porque nele nós temos alguém que verdadeiramente “vê” o que nós somos.

2. NA COMPAIXÃO DE JESUS NÓS ENCONTRAMOS UM AMIGO AMOROSO
A. Ensina-nos o texto que Jesus ao ver a mulher, disse: “Não chores”
B. Aquela situação toda comove o coração de Jesus, pois a mulher chorava a perda do filho, a solidão da viuvez, o futuro incerto: quem agora cuidaria dela?
C. Jesus tem a capacidade de ser ao mesmo tempo o Senhor de tudo e de todos, demonstrar amor e compaixão pelos seres humanos quando estes estão sofrendo
– A morte de Lázaro: João 11.32-44
D. Na história que estamos estudando vemos que mulher não havia pedido nada. – Talvez ela, preocupada, nem tenha se apercebido da presença de Jesus
– Talvez ela tenha, mas sabia que nada poderia ser feito na caso da morte
E. Naquele dia, o Senhor da vida e da História estava em Naum
F. Quem sabe quantos de nós aqui nosso mundinho, estamos tão aflitos e desesperados que não conseguimos nos aperceber que o Senhor está aqui conosco?

3. NA COMPAIXÃO DE JESUS NÓS TEMOS A CERTEZA DE QUE ALGO PODE SER FEITO POR NÓS
A. Ao aproximar-se do caixão, diz o evangelista que Jesus o toca
– Jesus sabia que não poderia fazer isto segundo os ensinos da lei
– Quem tocasse no caixão de um morto se tornaria um impuro
– Jesus portanto, se identifica com aquela mulher, afirmando a ela que a sua vida era mais importante do que qualqer cerimonial da lei
B. Disse: “Jovem, eu te mando, levanta-te”
– A compaixão de Jesus não é abstrata, mas concreta
C. Não se trata aqui de uma ilusão de ótica
– O evangelista, único a registrar o evento, é médico: Lucas
– O menino passa a falar e é restituído à mãe
– As três multidões são testemunhas oculares do evento
D. O acontecido leva a multidão a temer e glorificar o Senhor

4. ALGUMAS LIÇÕES PODEMOS APRENDER COM A HISTÓRIA NARRADA
A. Este Jesus é o mesmo Jesus que nós cremos e pregamos hoje – ele não mudou
B. O seu poder ainda é o mesmo poder
C. Sendo Senhor ressuscitou um morto, o que era impossível para qualquer ser humano, não tem ele também poder para ressuscitar aquilo que está morto em nós?
– a sua vida espiritual (Calvino afirma que este jovem representa a vida espiritual que é restaurada).
– o seu casamento que esta em processo de ser enterrado
– o seu compromisso cristão
D. O que é morreu em você e que está prestes a ser enterrado?

CONCLUSÃO
A. “Deus visitou o seu povo”
B. Jesus disse: “Eis que eu estou com vocês até a consumação dos séculos”
C. Jesus tem poder para reviver o que foi morto. Saia do caixão e viva! Eu te mando, disse Jesus. Que ouvir as palavras de Cristo você não continue morto (a).

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião