Você já achou o seu lugar?

Irmãos amados! Às vezes sinto que a maior perseguição hoje, tem vindo em forma de ENGANO, confundindo os crentes e, portanto, enfraquecendo-os quanto aos PRINCÍPIOS, tão simples e claros para a vida no Corpo, a igreja.
Atualmente somos uma igreja que abraçou os grupos familiares como ESTILO DE VIDA, a semelhança do que Jesus e os Seus discípulos, destacando aqui Paulo e suas cartas, viveram e ensinaram, sob a orientação do Espírito Santo. Não é muito, quando pensamos no importante significado do “sal” e da “luz” serem indispensáveis em cada casa. Todos na família querem e precisam diariamente salgar os alimentos e iluminar as suas casas. Assim também este é o lugar natural para que o povo de Deus seja a igreja viva, sirva e cresça como Corpo de Cristo, ou melhor dizendo, CASAS que recebem pequenos grupos de irmãos que, a cada semana, salgam e iluminam uns aos outros, quer juntos no dia do encontro do Grupo Familiar, quer individualmente enquanto cuidam de seus afazeres, como diz o texto …”para que não haja divisão no corpo; pelo contrário, cooperem os membros, com igual cuidado, em favor uns dos outros. De maneira que, se um membro sofre, todos sofrem com ele; e, se um deles é honrado, com eles todos se regozijam. Ora, vós sois corpo de Cristo; e, individualmente, membros desse corpo” (I Co 12:27-28). Este cuidado, esta comunhão, este compromisso, somente se tornará forte e visível quando reconhecemos o ENGANO sutil e o destruirmos fazendo valer a vontade do Pai, registrada em Atos 2:42-47, vontade esta, tanto para aquela época, quanto para hoje. Neste pequeno texto está o grande segredo e específica revelação do Senhor: Grupo pequeno que se ama na semana e grupo grande que celebra no domingo.
Acordemos irmãos, pois nós ainda somos a igreja do Senhor! E se somos, Ele olha e espera que vivamos os Seus princípios. É muito claro vermos o povo de Deus, no livro de Atos e nas Cartas, vivendo em cidades, reunindo e ministrando uns aos outros nas casas, bem como, adorando e sendo ministrados no templo. Temos orado ao Senhor, pedindo um avivamento em nossos dias e graças a Deus por aqueles que assim oram. Temos orado para que Deus nos use em Sua obra. Temos orado pedindo o crescimento da igreja, tanto nos grupos familiares quanto nos cultos, mas poucos de nós temos sido aguerridos em contatar intencionalmente pessoas não salvas, desenvolver amizades, formar pontes e relacionamentos com o propósito definido de levá-los a Cristo. Estamos muito ocupados para este obedecer! Será que é pelo fato de que o obedecer não nos faz ter?
Amados! Disse certo irmão em uma palestra: “O homem fica impressionado com o ativismo, mas Deus se impressiona com a obediência”. É verdade que os tempos mudaram, mas o poder de Deus é o mesmo. O condutor dos atos dos apóstolos continua sendo o Espírito Santo. A igreja, tanto nos encontros dos grupos familiares, como nos grandes cultos, quanto no dia a dia, a cada semana, não deve ser desconectada do estilo de vida original, qual seja ele:
1. Gente que junta aprendia. No livro de Atos 2:42 mostra que eles perseveravam no ensino dos apóstolos. Era a vontade ardente de sorver na fonte verdadeira;
2. Gente que junta se dispunha a amar. No mesmo verso há a afirmação que o amar, ter comunhão íntima, era o tom do envolvimento de uns com os outros;
3. Gente que junta era simpática. No verso 47 do mesmo capítulo, está dito que eles contavam com a simpatia do povo não crente que vivia em volta. Os relacionamentos eram evidentes;
4. Gente que junta atraia . Também no verso 47, registra que os não crentes chegavam-se aos grupos atraídos por eles e trazidos por Cristo. Diz o texto: “acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos”.
> Que nota de zero a dez, Jesus lhe dará agora mesmo, pelo quanto você está amando e edificando os da fé ?
> Que nota, de zero a dez, Jesus lhe dará neste instante, pelo quanto você tem vivido a favor dos perdidos?
Uma palavra final
Meu irmão e minha irmã! Você está aqui para crescer e multiplicar, salgar e iluminar, mas isto só irá ocorrer se, de fato, agir como cooperador do Senhor. Este é o seu tempo! Não deixe para depois de ser recolhido por Deus, pois aí será tarde! Seja sempre um fator motivador em seu grupo familiar e no ministério onde está servindo. Se você ainda não participa de um Grupo Familiar, ligue para secretaria da igreja e peça o endereço de um, junte-se aos irmãos e vamos obedecer ao Cabeça da igreja, o Senhor Jesus Cristo. A graça DELE seja com todos!

Compartilhe a BençãoEmail this to someone
email
Print this page
Print
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin

Comentários

comments

Contribua com sua opinião